Palatite em equinos

Ao longo de suas vidas, os equinos podem ser acometidos por várias enfermidades bucais, dentre elas, a Palatite. Bastante comum e conhecida popularmente com o nome de Travagem, esta é uma doença que afeta o palato do indivíduo, ou seja, “o céu da boca”.
 
A Travagem ocorre quando o revestimento mucoso da parte interna dos dentes incisivos sofre um processo inflamatório, que além de provocar inchaço do céu da boca, causa dor excessiva, dificuldade na ingestão dos alimentos, exposição da língua e salivação exagerada. Em casos mais severos os amimais deixam de se alimentar, atitude que, se prolongada, provoca efeitos secundários, como desnutrição e emagrecimento.
 
Diferentes fatores motivam o aparecimento da palatite. Nos indivíduos mais jovens pode ser consequência da erupção dos incisivos permanentes, principalmente, quando há eliminação tardia dos dentes de leite. Já nos animais adultos pode ser associada a um manejo alimentar inadequado, com fornecimento excessivo de grãos inteiros ou de capim de má qualidade, com talos.
 
Para diagnosticar a palatite, o ideal é que o animal seja examinado por um profissional capacitado, preferencialmente, um especialista em odontologia equina, que analisará toda a boca do animal, pois outras enfermidades apresentam sintomas semelhantes e podem confundir.
 
Além da realização dos devidos exames, ele indicará, ainda, as medidas apropriadas para o tratamento, medicamentos, ajuste do manejo alimentar e em situações mais graves, realizará a intervenção cirúrgica, com utilização de anestesias e métodos necessários para a realização correta do procedimento.
 
FONTE: ABCCMM