Primeiros vencedores do Freio de Ouro são homenageados em Bagé (RS)

Escultura sendo finalizada

Uma das imagens mais icônicas da história do Freio de Ouro foi oficialmente imortalizada em mais uma homenagem aos primeiros vencedores da modalidade. Na noite de sexta-feira, 17 de março, uma cerimônia realizada no Hotel Dalé, na cidade de Bagé/RS, marcou a inauguração da escultura que retrata Vilson Chalart de Souza, primeiro ginete vencedor da prova, ao lado do companheiro de pista, o cavalo rosilho Itaí Tupambaé. O trabalho é do artista plástico Sérgio Coirolo e faz parte do projeto “Crioulos da Campanha”, promovido pelo Grupo Dalé.
 
Presença ilustre
 
A noite que celebrou a trajetória destes personagens contou com a presença do próprio homenageado. Acompanhado da família, “Don Vilson Souza”, hoje com 82 anos, dividiu o momento com amigos, admiradores do cavalo Crioulo e autoridades locais, relembrando a conquista realizada 35 anos atrás.
 
Foi mais precisamente no dia 26 de maio de 1982 que o ginete e Itaí Tupambaé entraram para a história ao vencer a primeira edição do Freio de Ouro, disputa que já era realizada em Esteio/RS durante a Expointer. Um feito que permanece vivo na história, na memória daqueles que tiveram o prazer de vivenciá-lo e, a partir de agora, também através da obra que chama a atenção de quem passa em frente ao Hotel Dalé.
 
Mãos de peso na confecção
 
A responsabilidade de dar forma à homenagem foi entregue à experiência de Sérgio Coirolo, arquiteto e artista plástico conhecido por ter obras - expostas em galerias de arte ou mesmo ao ar livre - espalhadas pelo Brasil e também no exterior. Trabalho que promete seguir encantando os admiradores da história e do cavalo, já que, ao todo, sete esculturas foram encomendadas para compor o projeto “Crioulos da Campanha”.
 
 
Redator: Francine Neuschrank/ABCCC