O cavalo brasileiro Rondelli, um filho de Snack Bar volta a brilhar em Oman

O cavalo brasileiro Rondelli, um filho de Snack Bar, voltou a vencer no último sábado em Oman, desta feita num semi-clássico na 1ª turma local, enfrentando 17 rivais em 2200 metros.  A prova destinou aproximadamente 75.000 reais ao proprietário do vencedor.
 
Esta foi a 3ª vitória do crioulo do Haras Santa Amélia, que em pistas brasileiras defendeu as cores do Haras Regina e posteriormente da TBS Internacional, que o vendeu para o Sheikh Asin Abbas Al Ajmi, daquele sultanato árabe. Ele recebe treinamentos de Aditiyan Selvaratnam, conhecido dos turfistas brasileiros.
Numa carreira em 2.200 metros reunindo filhos de Street Cry, Shamardal, Candy Ride, Pivotal, Elusive Quality, Dansili, Oasis Dream e outros, inclusive elementos clássicos na Europa e USA, e nascidos nos USA, Inglaterra, França, Irlanda e Argentina, o neto materno de Spring Halo era o único brasileiro inscrito, e defendeu com raro brilho a criação nacional.