Núcleo de Criadores do Cavalo Crioulo de São Gabriel pede ajuda após sofrer incêndio

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) é feita de muitas casas. Admiradores, Expositores, Cabanhas, Núcleos de Criadores e Sindicatos Rurais colaboram, diariamente, para um bem comum: a disseminação da raça Crioula para o mundo. Recentemente uma destas sedes passou por um triste episódio. No dia 21 do último mês de dezembro, o Núcleo Gabrelense de Criadores de Cavalos Crioulos foi atingido por um incêndio de grandes proporções, que resultou em diversos estragos físicos. Danos internos, além da perda de toda estrutura e cobertura de telhado, agora impossibilitam a Entidade de realizar eventos.
 
Próxima de completar 30 anos de existência, o Núcleo de São Gabriel/RS é um dos mais antigos e tradicionais registrados à ABCCC e nos últimos dois anos realizou cerca de 15 eventos na região. “Estimamos que em breve possamos recuperá-la para que consigamos continuar cumprindo com o nosso propósito: fomentar a raça, juntar amigos, usuários e criadores de cavalos Crioulos como sempre fizemos”, disse o Núcleo em comunicado. 
 
O NGCCC neste momento se mobiliza para a recuperação do seu espaço físico e pede auxílio a criadores, entidades e empresas ligadas ao meio do Cavalo Crioulo, para que seja possível realizar em tempo o próximo evento programado na agenda crioulista da cidade. A região espera poder realizar no mês de abril as provas de Doma de Ouro, Campereada, Paleteada e Crioulaço.
 
Como ajudar?
O Núcleo São Gabrielense aceita qualquer tipo de contribuição, seja em valores, materiais ou coberturas de animais para que possam ser comercializados a fim de cumprir o objetivo de restaurar o espaço. O time que compõe a Entidade estima que seja necessário cerca de R$52 mil reais para sua recuperação total. Quem quiser contribuir, deverá entrar em contato através dos seguintes telefones: (55) 99974-5427 (Presidente Rogério Fialho); (55) 99987-2765 (Sérgio Teixeira) e (51) 996880823 (Daniel Teixeira).
 
Uma casa de 30 anos
O Núcleo Gabrielense de Criadores de Cavalos Crioulos existe desde 1988, por iniciativa dos criadores Marcelo Caleffi, Jorge Dias Borges, Jorge Porciúncula, Marco Antônio Salgado, Luiz Fernando Gomes, Bruno Petrarca, Cezar Bello, Gilberto Rieth, juntamente de seu primeiro presidente, Francisco Geraldo Pereira de Souza. Foi oficialmente inaugurado em 1989 e desde esta época, realiza eventos da Raça Crioula anualmente.
 
Sua sede foi construída no ano de 1990. Durante este período, passou por duas reformas - uma no ano de 1999 e outra em 2016. Em 2015, recebeu oficialmente o nome da ex-presidente do Núcleo, Myrtha Luza Dias Rieth, representante maior da receptividade dos criadores gabrielenses no atendimento aos criadores de fora.