Menina de 9 anos tenta encontrar sua égua furtada em Mogi das Cruzes (SP)

Por conta do desaparecimento de égua, menina de Mogi das Cruzes ficou dois dias sem comer (Foto: Yasmin Lopes/ arquivo pessoal)
 
Uma menina de 9 anos está à procura de uma égua de criação que foi furtada da casa da família, no Jardim Aeroporto III, em Mogi das Cruzes. A mãe da menina, a diarista Roselani Karine Gomes, diz que a filha chegou a ficar dois dias sem se alimentar corretamente de saudade do animal.
 
A família mora em uma casa com um terreno grande e a égua Sorraya estava amarrada a uma árvore. Há mais de um ano na família, a pequena Yasmin passava as horas livres na companhia do animal. “Eu gostava de dar carinho e montar nela. Sempre quando tinha a Entrada dos Palmitos, na Festa do Divino, eu saia com ela na charrete. Quando tinha festas em Taiaçupeba, Sabaúna ela sempre ia comigo também.”
 
A menina puxou o gosto por animais do pai. Além da égua, a família possui outros dois cavalos. Desde o último dia 6, Yasmin faz o que pode para encontrar a sua égua. “Ela montou um anúncio e a gente espalhou por aqui perto, colamos na delegacia e estamos procurando alguma pista do animal. Minha filha está muito triste, logo depois que a égua desapareceu, ela ficou dois dias sem almoçar nem jantar. Eu estou rezando bastante e tenho esperança que tudo se resolva”, conta a mãe.
 
Yasmin se emociona em falar do animal de estimação e disse que está preocupada com a sua companheira Sorraya. “Ela estava prenha, esperando um potrinho. Eu queria tanto poder conhecer ele e ajudar a cuidar”, diz, chorando.
 
A égua desaparecida é marrom e alta. A família acredita que provavelmente o potro já tenha nascido. Ela tem uma mancha branca na testa e em uma das patas. As outras três patas são pretas.
Quem tiver alguma informação sobre a égua, pode entrar em contato com a família pelos telefones: 9 8679-2837 e 9 7513-4040.