Jurados da Classificatória ao Freio de Ouro ,de Jesús María, na Argentina

Na terra argentina do Festival Nacional e Internacional de Doma e Folclore, a primeira classificatória ao Freio de Ouro se aproxima. Em Jesús María, de 13 a 15 de março, deverão ser conhecidos os primeiros conjuntos do Freio de Ouro 2020. Se atingidos os 18 pontos, serão quatro fêmeas e quatro machos habilitados.
 
Para essa classificatória internacional, na Sociedade Rural de Jesús María, os trios de jurados foram escolhidos. Na categoria machos, Alexandre Suñe, Carlos Milicevic e Rafael Terra serão os avaliadores, enquanto Federico Arguelles, Leonardo Teixeira e Thiago Schilling de Ávila julgarão os animais da categoria fêmeas. Abaixo, conheça um pouco mais sobre cada um.
 
Alexandre Suñe
Com grande presença na raça Crioula, Alexandre Suñe é técnico, jurado de importantes provas (como classificatória ao Freio de Ouro e Prova Vaquero, entre outras), comentarista em transmissões ao vivo, além de uma carreira de ginete pela qual alcançou o Bocal de Prata em 2000 e 2001, Bocal de Bronze 2000 e 2001 e o Freio de Bronze FICCC 2000.
 
Carlos Milicevic
Com experiência de mais de duas décadas com a criação de cavalos Crioulos na Patagônia/ARG, Carlos Milicevic participou de um concurso de jurados aberto pela ABCCC, em 2012, passando a ser Lista 1 no ano de 2016, após novo processo seletivo. As primeiras provas foram julgadas em 2013, em solo argentino.
 
Federico Arguelles
O jurado argentino já é uma presença constante nos eventos da raça Crioula, tanto no Brasil como no próprio país. Além de membro titular da Associação de Criadores de Cavalos Crioulos da Argentina, tem em sua trajetória como jurado a Expo Otoño Palermo e as classificatórias ao Freio de Ouro em Buenos Aires e Jesús María, além da final do Freio de Ouro 2019, no Brasil.
 
Leonardo Teixeira
Coordenador da Subcomissão de Paleteadas da ABCCC, Leonardo Teixeira é natural de Santa Vitória do Palmar/RS e foi presidente do N.C.C.C. Pedro Arício de Souza. Além de ser jurado Lista 1, administra a Cabanha Harmonia, que é da família, e é participante assíduo das provas da raça Crioula, como Paleteada, Freio de Ouro e Morfologia.
 
Rafael Terra
Natural de Tupanciretã/RS, Rafael Terra é agropecuarista e neto de Marcial Gonçalves Terra, cujo foi sócio-fundador da ABCCC. Foi selecionado como jurado da associação por meio de Notório Saber, em 2018. Recentemente, em 2019, Rafael avaliou a final do Freio Jovem.
 
Thiago Schilling de Ávila
Natural de Campo Bom/RS, começou os julgamentos da raça em 2011 em uma credenciadora de Araranguá/SC. Além de outras provas, um dos momentos mais marcantes da carreira do pecuarista Thiago de Ávila foi a final do Freio de Ouro, em 2016.
 
Os caminhos até o Freio de Ouro
Em meados de outubro de 2019, o calendário de classificatórias foi divulgado - com mudanças. Entre elas, o retorno da divisão Sul e Norte no Rio Grande do Sul e o fim da Classificatória Aberta de Esteio/RS. Além disso, os animais poderão correr tanto a classificatória Sul quanto a Norte do Rio Grande do Sul, desde que se credenciem em ambas as regiões.