Crueldade animal segundo o Supremo Tribunal Federal

A decisão do Supremo Tribunal Federal que classificou a Vaquejada como crueldade gerou muita polêmica e visa acabar com uma atividade enraizada na vida do povo nordestino. Um grande movimento em todo Brasil está acontecendo em prol destas atividades. Esta é a primeira de muitas manifestações que acontecerão nos próximo dias.

A classificação de crueldade está sendo muito questionada pois segundo o voto do ministro  Luís Roberto Barroso, crueldade é provocar sofrimento no animal quando este sofrimento puder ser evitado.

Seguindo essa premissa, deverão ser proibidas todas as atividades com animais, pois tudo pode ser classificado como crueldade, desde de a manutenção de animais em confinamento (cães e gatos em pequenas casas e apartamentos), uso de coleiras, o hipismo, turfe, enduro, exposições, cavalgadas, sem falar nos rodeios, paleteadas e eventos nacionais de raças. Outras atividades que serão perseguidas são a pesca, o abate de animais, uso de animais de tração, transporte, policiamento, equoterapia, etc.

Resultado de imagem para sofrimento de caes em coleiras

Enfim, segundo os supostos defensores  de uma sociedade moderna e civilizada, composta de computadores, smartphones, baladas, bares, crianças alienadas num mundo virtual, apologia de artistas ao sexo e drogas, corrupção, e muito mais, não pode haver nenhuma atividade entre o ser humano e os animais. Tudo deverá ser classificado como crueldade em maior ou menor escala.

O N1 Cavalos apoia este movimento e acha que ao invés de proibir, devemos contribuir com o aprimoramento de cada atividade. Nos dedicamos a divulgar técnicas de doma, manejo e treinamento mais modernos e racionais. Além disso apoiamos a evolução das regras dos eventos para que cada vez mais a interação entre homem e animal, que já é maravilhosa, seja mais agradável.

Se esta decisão do Supremo for mantida, deverão ser criadas reservas para cada tipo de animal e movimentar estes supostos protetores de animais para evitar a extinção dos mesmo. 

Os verdadeiros amantes dos animais são aqueles que convivem e dedicam sua vida a dar-lhes a melhor alimentação, os melhores médicos veterinários, as melhores técnicas de treinamento, tratamentos dentários, vitaminas e muito mais. Os supostos defensores dos animais que lutam pelo fim de todas as atividades na verdade lutam pelo fim dos mesmos na sociedade.