Bocal de Ouro tem seus campeões em prova realizada em Esteio (RS)

A criação de um exemplar envolve mais do que a paixão pelo animal. Abrange, também, um estudo e uma imersão dentro da genética do Crioulo para, assim, tornar seu investimento vívido, crescente e prolífico. Até perder o ineditismo (ao correr o circuito Freio de Ouro pela primeira vez), os animais têm a chance de entrar para um seleto e histórico grupo: o grupo de vencedores do Bocal de Ouro.
 
Uma das provas mais tradicionais dentro da linha cronológica do Freio de Ouro, o Bocal foi a primeira classificatória realizada em território brasileiro no ciclo 2019, entre os dias 4 e 7 de abril, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS. Ela proporciona 16 vagas para a final da modalidade, durante a programação do Cavalo Crioulo na Expointer, divididas igualmente entre machos e fêmeas que alcancem notas a partir de 18,000. Com início na última quinta-feira, o público expectador observou disputas morfológicas e funcionais, duas das três marcas registradas da raça Crioula.
 
Os seis jurados, criteriosamente escolhidos pelo Conselho Deliberativo Técnico (CDT), tiveram postos à prova todo seu conhecimento, etapa por etapa, aliando-os a todas as suas vivências dentro do universo da raça. Com muito êxito, todos os conjuntos foram julgados, as éguas por Carlos Marques Gonçalves Neto, Felipe Caccia Maciel e Luiz Martins Bastos Neto; enquanto os machos ficaram sob responsabilidade de Eduardo Móglia Suñé, Federico Arguelles e Luis Rodolfo Machado.
 
“Fui colocado numa responsabilidade muito grande”, disse Luiz Neto, “porque depois de dois anos sem julgar - mesmo estando diretamente envolvido com os jurados - minha primeira Classificatória nesta ‘volta’ é nada menos que o Bocal de Ouro. Para mim, depois da final do Freio, é a prova mais difícil, pelo nível de desempenho dos conjuntos”. Após um biênio presidindo o CDT, o jurado volta à tribuna para ser avaliador e descreve, de maneira clara e precisa, o que foi o evento.
 
Nivelado por cima e com imprevisibilidade, a competição se acirrava dia após dia, culminando nos títulos de Desavença dos Castanheiros e Abraço do Camboim, que desde o princípio apresentavam boas performances. A promessa de dois animais os quais representam um futuro de abundância de resultados e consagrações refletidas nos valores almejados pela raça.
 
Fez chuva, fez Sol; teve barro e teve calorão, mas os resistentes conjuntos superaram todas as adversidades climáticas e performaram o seu melhor perante os trios avaliadores. A campeã, Desavença dos Castanheiros, vem da Cabanha dos Castanheiros, de Miguel e Rodrigo Scarpellini Ramos, enquanto Abraço do Camboim, o macho que ocupou a posição mais alta do pódio, é de propriedade de Délcio Pereira e Felipe Martins. Agora, eles entram para não sair mais da lista de vencedores inéditos , a dos que carregam consigo o ouro do Bocal.
 
O ciclo do Freio de Ouro 2019 conta com os patrocínios de Massey Ferguson, Ipiranga, Chevrolet e Supra.
 
Confira o resultado completo (ainda não homologado) da prova:
 
FÊMEAS
 
Bocal de Ouro
DESAVENÇA DOS CASTANHEIROS, por SARGENTO DO ITAPORORÓ e SALSA NEGRA DO ITAPORORÓ; Criadores e expositores: MIGUEL E RODRIGO SCARPELLINI CAMPOS, estabelecimento: CABANHA DOS CASTANHEIROS, PEJUÇARA-RS
Ginete: GABRIEL VIOLA MARTY. Nota: 21.269
 
Bocal de Prata
LA CASTELLANA KAILA, por MATREIRO DO ITAPORORÓ e LA CASTELLANA FRONTEIRA; criador e expositor MARCELO AMARAL MORAES, estabelecimento: CABANHA LA CASTELLANA, SANTIAGO-RS
Ginete: MILTON IVAN PEREIRA CASTRO. Nota: 20.782
 
Bocal de Bronze
BASCA ANITA-TE, por AS MALKE SEDUTOR-TE e BT MARAGATA; criadores e expositores: MARIANA FRANCO TELLECHEA E FILHOS, estabelecimento: CABANHA BASCA, URUGUAIANA-RS
Ginete: EDUARDO WEBER DE QUADROS. Nota: 20.512
 
Bocal de Alpaca
RAQUELITA DA BOA VISTA, por CHICÃO DE SANTA ODESSA e ILUMINADA DA BOA VISTA; criador: FAZENDA BOA VISTA e expositor: FABIO CAMARGO, estabelecimento: CABANHA BOA VISTA, VACARIA-RS
Ginete: FABIO TEIXEIRA DA SILVEIRA. Nota: 19.791
 
5º lugar
AM JUANITA, PO URIBE e AM CRIS; criador: ANA MARIA BASTOS GIUDICE e expositor: REGINALDO OLIVEIRA TAVARES, estabelecimento: CABANHA DO DIAMANTE, NOVA SANTA RITA-RS
Ginete: ADRIANO ARMINDO STRECK. Nota: 19.563
 
6º lugar
CAMPANA VICUÑA, por TRIUNFO DO PURUNÃ e CAMPANA QUINCHA; criador: MÁRIO MOGLIA SUÑE e expositor: JOSÉ VALMIR SILVEIRA D’AVILA, estabelecimento: CABANHA JLV, SANTA MARGARIDA DO SUL-RS
Ginete: RAUL TEIXEIRA LIMA. Nota: 19.510
 
7º lugar
DUQUESA DOS CASTANHEIROS, por BT HOSPEDEIRO e SALSA DOS CASTANHEIROS; criador: MIGUEL E RODRIGO SCARPELLINI CAMPOS e expositor: MIGUEL E RODRIGO SCARPELLINI CAMPOS, estabelecimento: CABANHA DOS CASTANHEIROS, PEJUÇARA-RS
Ginete: GABRIEL VIOLA MARTY. Nota: 494
 
8º lugar
MICAELA DA BELA ALIANÇA por VIRAGRO ÍNDIO GUAPO e LOS TACOS DE RUMAI BARONESA; criador: FRANCISCO CARLOS HABOWSKY e expositores FRANCISCO CARLOS HABOWSKY E VICTOR BARBOSA PENNER, estabelecimento: CABANHA BELA ALIANÇA E GAMELEIRA, SÃO BENTO DO SUL-SC
Ginete: EDUARDO WEBER DE QUADROS. Nota: 19.326
 
MACHOS
 
Bocal de Ouro
ABRAÇO DO CAMBOIM por ÍNDIO DO BOEIRO e ÚNICA AP DO CAMBOIM; criador: FELIPE NERY GOMES MARTINS e expositores: FELIPE N.G. MARTINS/DÉLCIO R. PEREIRA
Estabelecimento: EST NCIA SANTO AMARO E HARAS ANCHIETA, BAGÉ-RS E BRASILIA-DF-RS
Ginete: CEZAR AUGUSTO SCHELL FREIRE. Nota: 22.182
 
Bocal de Prata
JOTACE AMULETO, por JOTACE JOÃO BALAIO e JOTACE LAMPARINA
Criador e expositor: JOÃO JURACI CANTARELLI, estabelecimento: CABANHA JOTACE, BARRA DO QUARAI-RS
Ginete: RAUL TEIXEIRA LIMA. Nota: 21.775
 
Bocal de Bronze
QUERENDON DA SESSENTA E SEIS, por BT DELANTERO e TINAJERA MANCHA RARA; criador e expositor: VALDECIR SOUZA DE LIMA, estabelecimento: CABANHA SESSENTA SEIS, CAXIAS DO SUL-RS
Ginete: RICARDO GIGENA WREGE
 
Bocal de Alpaca
BAILONGO DE SANTA ANGÉLICA, por POSTEIRO II DE SANTA ANGÉLICA e LINDA FLOR DE SANTA ANGÉLICA; Criador e expositor: PARCERIA SANTA ANGÉLICA, estabelecimento: CABANHA SANTA ANGÉLICA, PEDRAS ALTAS-RS
Ginete: CEZAR AUGUSTO SCHELL FREIRE. Nota: 20.026
 
5º lugar
FANTÁSTICO DE SÃO PEDRO, por DEL OESTE MUTANTE e PAMPEANA DO RETIRO DO OURO; Criador: EDUARDO MACEDO LINHARES e expositores: EDUARDO MACEDO LINHARES E RODRIGO CASTELLARIN FIALHO, estabelecimento: CABANHA GAP SÃO PEDRO E LA PATRIA, URUGUAIANA-RS
Ginete: FABIO TEIXEIRA DA SILVEIRA. Nota: 19.658
 
6º lugar
URCO DE SANTA THEREZA, por MACETE DE SANTA MARGARIDA e LA TRADICION DE SANTA MARGARIDA; Criador: RODOLFO BELMONTE MÓGLIA e expositor: RODOLFO BELMONTE MÓGLIA
Estabelecimento: EST NCIA SANTA MARIA, BAGÉ-RS
Ginete: JOSE FONSECA MACEDO. Nota: 19.513
 
7º lugar
JURAMENTO DA VENDRAMIN-TE, por MACANUDO DO ITAPORORÓ e LA HORNADA RCP, Criador e expositor ALDO VENDRAMIN, estabelecimento: EST NCIA VENDRAMIN, PALMEIRA-PR
Ginete: EDUARDO WEBER DE QUADROS. Nota: 19.272
 
8º lugar
DESTAQUE DAS AREIAS DO CUBATÃO por RÓTULO 154 MAUFER e BOM RETIRO PAMPEANA; Criador e expositor: EDIO SCHWEITZER, estabelecimento: CABANHA AREIAS DO CUBATÃO, ALFREDO WAGNER-SC
Ginete: FRANCISCO KRAS ALVES. Nota: 19.159 
 
GINETES DESTAQUE
Categoria Fêmeas: Gabriel Marty
Categoria Machos: Cezar Augusto Freire