ABCCH - Como coletar pelos para exame de DNA

1) Identificar  o  animal  a  ser  coletado  através  de  documento  oficial,  tais  como:  Pré-Registro, Certificado de Registro, Passaporte, entre outros;Caso  não  seja  possível,  elaborar  uma  nova  resenha  do  animal  apresentado  com detalhamento:Nome, Sexo, Pelagem, Data de Nascimento, Filiação e o maior número de sinais zootécnicosque venham colaborar com a certeza tratar-se do indivíduo a ser analisado;

2)Arrancar  de  25  a  30  pêlos  que  podem  ser  da  crina  ou  da  calda  ou  mesmo  de  outros locais de sua conveniência.Certificar-se  que  os  pelos  coletados  possuam  bulbos  intactos  nas  raízes,  pois  esses são os locais utilizados pelos laboratórios para o processo de análise.

Evitar a manipulação no bulbo.No  caso  de  pelos  muitos  compridos,  poderão  ser  cortados  aproximadamente de 10  a 12cm, contados a partir da raiz, desprezando a ponta.

Atentar para o material coletado não  estar  impregnado  de  sujeira,  pó  ou  atémesmo  de  substâncias  utilizadas  para tornar o pelo mais sedoso, que podem mascarar o resultado;

 

3)Colocar o material coletado em envelope de papel, individualmente, lacrar e identificar o produto coletado com nome, raça, pelagem, pai, mãe, nascimento, nº de registroe o motivo da coleta: AP (Arquivo Permanente) ou VP (Verificação de Parentesco);

4)Enviar o envelope para a ABCCH aos cuidados do Stud Book.Caso qualquer uma das condições mencionadas não forem cumpridas na sua totalidade, o  envelope  será  devolvido  ao  interessado,  ou  seja,  ao  proprietário  do  animal  com  a seguinte  instrução:  Coletor  não  cumpriu  com  as  normas  estabelecidas,  sendo  assim,  o responsável pela devolução.

O mesmo material poderá ser reenviado após atendimento de todos os quesitos exigidos, mantendo assim a credibilidade e veracidade do material coletado.

Fonte: ABCCH