Após cair de cavalo, Christiane Pelajo prepara-se para voltar ao Jornal da Globo

Em recuperação de uma cirurgia no rosto, após ter sofrido uma queda de cavalo, a jornalista Chistiane Pelajo diz que já tem data para voltar ao ar: 13 de julho. Se a data se confirmar, ela ficará fora do ar durante quase 50 dias. Ela apresentou o Jornal da Globo pela última vez no dia 5. No feriado de Corpus Christi, levou um tombo enquanto andava a cavalo em Trocoso, ao sul da Bahia, conforme oNotícias da TV publicou em primeira mão na última quinta-feira (17). A Globo diz oficialmente que 13 de julho é uma "previsão de volta".
 
"Voltarei com a mesma cara que tinha antes", disse Pelajo em entrevista ao portal UOL. "O cavalo se assustou e empinou. Eu monto a cavalo desde criança e estou superacostumada. Nunca tinha sofrido um acidente".
 
Na queda, Pelajo fraturou a mão esquerda e teve escoriações nas pernas. "Tive que fazer uma cirurgia no lado esquerdo do rosto porque um ossinho conhecido como osso zigomático quebrou. Não foi uma cirurgia reparadora. Olhando para o meu rosto, não dava pra ver nada. Esteticamente estava perfeito! Lógico que ficou roxo e inchado. Afinal, foi uma queda. Mas tive que fazer a cirurgia por causa desse osso que quebrou. A operação foi um sucesso!", disse ao UOL.
 
Pelajo e a direção da Globo tentaram afabar o acidente da jornalista, mas a notícia vazou. A falta de informações levou a rumores alarmistas. Uma das versões dizia que Pelajo não poderia mais voltar ao ar. Foi alimentada pelo fato de a Globo ter feito testes com uma possível substituta da apresentadora.
 
A emissora confirmou, em nota oficial na quarta à noite, que Pelajo estava de licença médica por tempo indeterminado, mas negou que ela seria substituída temporariamente.