Morre Quidam de Revel, um dos melhores reprodutores de todos os tempos

Quidam de Revel, um filho de Jalisco B em Dirka por Nanking, estatura, conformação, aptidão e genética perfeitos

 

Ele foi longe e seu sangue se perpetua em milhares de herdeiros. Morreu aos 32 anos, o lendário garanhão sela francês Quidam de Revel, considerado um dos melhores reprodutores de todos os tempos.

 

Quidam, um filho de Jalisco B em Dirka por Nanking, nasceu em 1982 e tinha 1.68 metro de altura. Seu pai Jalisco B (1975 – 1994) foi um excelente cavalo de alta competição e provavelmente o melhor sela francês das últimas décadas. Entre seus produtos vale destacar Quito de Baussy, Rochet M Revoulino, Olisco, Anrida de la Barre, Papillon Rouge, Privilège, entre muitos outros.

 

Atualmente Quidam de Revel tem mais de 35 produtos competindo no circuito internacional de Salto. Sua carreira esportiva também merece destaque:

Medalha de bronze por equipes e 4º individual nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992 com Hervé Godignon. Com o mesmo cavaleiro também venceu os GPs de Roma, Nova Iorque e inúmeras Copas das Nações com duplo zero falta.

Em 1996 foi vice no GP de Copenhaguem com Thomais Velin, além de 4º no Europeu de Jovens Cavaleiros. Em 1997 venceu o GP de Hannover e o master do CSI-W de Aarhus. Em 1998 venceu o GP Helsinque. Em 2001, Quidam de Revel se aposentou das pistas e passou a cumprir somente as funções de reprodutor.

 

Também foi clonado secretamente e em 2005 nasceu o clone de Quidam que no entanto, infelizmente, morreu em decorrência de um acidente em 2010

Fonte: Brasil Hipismo